A Nova Era Digital

Opa Mininos!, desculpa a inconsistência da última semana, ela se tornou um pouco complicada. De qualquer forma, “A Nova Era Digital” é um livro escrito por Eric Schmidt, Presidente executivo da Google e Jared Cohen, Diretor do Google Ideas nos próximos parágrafos espero que vocês entendam o que esse livro tem a ver com empreendedorismo.

A Nova Era Digital trás discussões sobre o impacto da tecnologia no meio social, político e econômico, os impactos da tecnologia nas nossas relações, nas presentes e futuras profissões, e como os Governantes irão cuidar disso, empreender é isto, é prever e executar, de forma rentável, mudanças na sociedade.

Caso você crie uma mudança quase sempre positiva e única ( como o Google Maps e os smartphones), é provável que seu negócio se torne algo duradouro e um parâmetro para futuros negócios, e sobre isto (e a ação política em geral), Erich e Jared,  “a revolução dos dados trará benefícios incalculáveis para os cidadão do futuro. Eles terão uma percepção inédita de como outras pessoas pensam, se comportam e se relacionam com normas(…)Onde a infraestrutura física é deficiente, a conectividade vai permitir que as pessoas construam negócios, participem do comércio on-line e interajam com o governo em um nível completamente novo.”(A Nova Era Digital, Pg. 43)

Como é possível perceber, informação será essencial, praticamente todos os negócios estarão passíveis de serem impactados por os novos cidadãos, mais críticos e esperando qualidade nos diversos serviços oferecidos, inclusive o da sua empresa, eles terão escolha pois “O futuro vai apresentar uma era de escolhas e possibilidades sem precedentes”.

Contudo, essa conectividade abre novas opções para todos os empreendedores, a balança do crescimento depende da qualidade, “No mundo virtual, tamanho tem menos importância” (A Nova Era Digital, Pg. 109), buscar essa qualidade, o “impacto positivo” para outros negócios ou para a população parece ser um ótimo objetivo para Empreender.

Mininos, algo importante: no nosso blog, tem um botãozinho preto ai no canto inferior direito “follow”, se vocês quiserem receber notificações no e-mail de vocês sobre novos posts, coloquem seu e-mail nele e cliquem em follow, vocês vão gostar! 😀

Abraços, Equipe EitaMinino!.

 

 

#Drop 6 – MPV ( Mínimo Produto Viável)

Galera, hoje vi algo legal que um amigo compartilhou e achei interessante existir um conceito e estudo por trás deste assunto: MPV.

O MPV é, resumidamente, um preview do seu produto final que já possua algum valor para o consumidor final.  O post desse blog explica bem sobre isso: http://andrewchen.co/2009/12/07/minimum-desirable-product/,  tomando como exemplo um restaurante regional, caso ele não possua pelo menos um prato regional, uma mesa e uma cozinha, ele não possui um MPV pois ele não entrega nenhum valor relacionado ao título “restaurante regional”, outro ponto importante é o que MPV não pode ter como objetivo, MPV não é focado em criar um produto “rentável”, ao fazer isto, você estará criando um Mínimo Produto Desejável.

Vou estudar mais e escrever sobre a diferença e porque criar um MPV e MPD são essenciais ao ter sua startup.

Espero que vocês tenham gostado desse drop, desculpa a falta do post da terça-feira pessoal, vida corrida ao programar sua própria startup.

É a primeira!

Pessoal , aqui vai a primeira entrevista aqui do EitaMinino, espero que todos curtam as respostas: 

Vou deixar o post bem simples, somente com as perguntas e respostas que enviei e recebi do Wellington, espero que vocês curtam, tem umas dicas bem legais dele: 

1- Se apresenta ai cara, quem é você? do que tu gosta de fazer?

Bom, meu nome é Welington Almeida, sou CEO e Cofundador da HowTool. Faço Ciência da Computação na Universidade Federal de Pernambuco. Eu sou um cara que está sempre conectado, seja trabalhando, seja no lazer, estou sempre com o computador ou celular à mão. Sou também bem família, moro em Recife, mas sou de Gravatá e sempre que possível vou ao interior me encontrar com meus familiares. Gosto muito de cozinhar, não faço comidas divinas, mas também nunca incendiei a casa, então acho que o saldo é positivo.

2- Como surgiu a ideia da tua startup?

Acho que a sina de todo profissional de Computação é ter de ensinar, principalmente os familiares, a utilizar o computador. E quem já passou pela experiência de ensinar alguém a realizar alguma tarefa num software, sabe quão complicado, leia-se muito chato, é. Então, o Igor Calabria, CTO da HowTool, teve a ideia de criar uma aplicação que fosse capaz de guiar um usuário em tempo real, durante sua utilização, indicando na própria tela cada ação que ele precisa realizar para concluir uma tarefa. Numa disciplina da graduação, criamos um protótipo e validamos com alguns usuários. Ao término da disciplina, Igor, junto comigo e João Victor, nos interessamos em transformar aquele protótipo em produto e fundamos a startup.

3 – Qual é a coisa que mais te orgulha na sua startup? Porque você a criou?

O que me deixa extremamente orgulhoso é ver a ideia, primeiro se transformar em produto e depois ajudar as pessoas a utilizar o computador. É inspirador ver o sorriso daqueles que com a HowTool conseguiram realizar tarefas em softwares com muito mais facilidade do que com os métodos atuais – tutoriais, vídeo-aulas e etc. E esta é nossa maior motivação para nos empenhar diariamente à HowTool, fazê-la produzir cada vez mais sorrisos. Parece piegas, mas é verdadeiramente muito gratificante pensar, executar e resolver um problema das pessoas.

4 – Quais outras startups você conhece e acha que merecem destaque no cenário nacional?

Nossa, tenho o privilégio de estar cercado de empreendedores e empreendimentos brilhantes, que muito me ensinam, por sinal. Destaco a Ubee e a Say2me, ambas de Recife, a primeira oferece anúncios personalizados baseados na localização do usuário e a segunda um sistema de pesquisa de satisfação. De fora do estado, tem a TracktoPRO, que ajuda profissionais e empresas a calcular o preço justo de seu trabalho, a aceitaFacil e sua maneira rápida e simples de prover pagamentos in-app, a Pontosec oferecendo segurança nas autenticações, o Tião Camaleão e suas músicas infantis personalizadas, entre tantas outras ótimas startups. Eu recomendo vocês pesquisarem nos respectivos sites porque lá tem as informações completas (e profissionais) de cada uma.

5- Quais as maiores dificuldades que você já enfrentou?

A grande dificuldade, acredito que de todo empreendedor, é saber lidar com pouquíssimos recursos. É nessas horas que sua experiência na época de estudante em que sua carteira só servia pra guardar a carteira de estudante e o cartão do ônibus, conta muito! As startups geralmente são formadas por poucos empreendedores e quase nenhum capital, que devem ser compensados com muita dedicação e trabalho. No caso da HowTool, estes poucos empreendedores eram todos de Ciência da Computação e precisávamos de muitos conhecimentos que iam além de nossa área.

6- O que você fez para superá-las?

Procuramos alternativas que pudessem suprir nossas necessidades e encontramos no SEED, uma aceleradora de startups do governo de Minas Gerais, a melhor delas. Primeiro, porque ofereceria formações e mentorias nas áreas que tínhamos uma grande carência – negócios, marketing, gestão e afins. Além de investimento livre de participação, o que foi decisivo na escolha da aceleradora, porque precisávamos de dinheiro, mas não estávamos com maturidade ainda pra negociar a participação societária de nosso negócio. 

7- Se você pudesse escolher um acessório online(organizador de documentos, tasks) ou algo que foi essencial para a construção da sua startup, qual seria?

Adotar o SCRUM foi fundamental para o desenvolvimento da HowTool. Tem diversas ferramentas online que você pode utilizar para trabalhar com SCRUM, por exemplo, Scrumrf e Trello, mas tem tantas outras que podem ajudar na gestão, como o Asana, Slack (esse é fantástico) ou até mesmo uma planilha do Excel, pois o importante é você encontrar o método de trabalho que sua equipe mais se identifica. De nada adianta uma ferramenta completa, se não é utilizada. A dica é entrar num consenso com seu time quanto à maneira com que vão gerir o desenvolvimento e seguir à risca.

8 – Quais seus planos para o futuro de sua startup? Qual seu maior objetivo e sua missão?

O nosso maior objetivo é levar a HowTool para todos. Entendemos que dificuldades com software é uma realidade da maioria dos usuários de computador, independente de formação ou país de origem. Pretendemos transformar a HowTool numa plataforma universal para ensino de software e fazer com que qualquer pessoa consiga utilizar o programa de computador que desejar com facilidade.

9 – Vá, pode dizer suas últimas palavras e mandar um beijo pra vó, tia, boysinha, etc. 

Eu queria, primeiro, agradecer pelo espaço e parabenizar o blog pelo belo trabalho, tá show! Dizer também que se alguém quiser mais informações sobre a HowTool é só visitar nosso site: howtool.com.br. Lá vocês podem conferir na prática o que eu tentei explicar por aqui. E por último, um agradecimento especial a todos que têm nos ajudado a crescer pessoal e profissionalmente: a Deus, à equipe do SEED, aos nossos mentores Claudio Roca e Cristiano Araújo, aos empreendedores – companheiros de luta, ao café, que garante nossa produtividade, aos demais amigos, familiares e claro, à minha noiva, Priscilla. Bom, a gente se encontra por aí! Sucesso para todos vocês!!

#Drop 5 – Aceleradoras – Introdução

  Opa pessoal, como nesta semana tentei falar de tempo, hoje irei falar sobre aceleradoras.

O que são aceleradoras?

     Aceleradoras são incubadoras de empresa com uma metodologia diferenciada.

Qual seu objetivo?

Como incubadoras, elas procuram startups para apoia-las financeiramente, prover consultoria, e promover a participação da startup em eventos, em troca elas recebem participação acionária na empresa.

Como elas funcionam?

Há algumas garantias interessantes que uma incubadora oferece: um capital inicial, contato com possíveis investidores, a grande maioria das aceleradoras utilizam frameworks como UX Design e Business Canvas Model.

   Julgar se sua startup deveria passar por uma aceleradora depende muito do feeling que você tem sobre sua situação, caso você tenha total confiança em sua capacidade como gestor, conheça investidores ou você mesmo conseguiu capital suficiente, talvez uma aceleradora não seja para você, analise bem, escute diferentes opiniões mas decida, é importante seguir o caminho e continuar seu projeto.

 Aqui estão algumas aceleradoras Brasil afora:  21212, 85 labs, Cietec, Criabiz.

#Drop 4 – Social Good Brasil 2014

Opa Mininos! , o drop de hoje tem uma novidade urgente para vocês, já ouviram falar do Social Good Brasil? O vídeo abaixo contém a explicação necessária sobre o evento:

Social Good

Mas porque urgente? As inscrições acabam às 24hrs deste sábado(24/05), Espero que vocês leiam sobre pois esta pode ser o momento para você espalhar a sua ideia e ainda receber instruções sobre como criar seu negócio, coaching e até mesmo novas parcerias!  Espero que vocês consigam fazer à tempo.

Mininos, algo importante: no nosso blog, tem um botãozinho preto ai no canto inferior direito “follow”, se vocês quiserem receber notificações no e-mail de vocês sobre novos posts, coloquem seu e-mail nele e cliquem em follow, vocês vão gostar! 😀

Boa Sorte Mininos!

 

E haja tempo!

Tempo é valioso. 

     E como estamos falando de negócio, esta é uma frase que resume bem os posts da semana: “O tempo é teu capital; tens de o saber utilizar. Perder tempo é estragar a vida.”  – Kafka, Franz. 

    A maior reclamação dos jovens empreendedores é não possuir tempo, ok, a grande maioria estuda e mesmo que alguém diga que você “só estuda”, sabemos que estudar é bem difícil, certo? Eu espero que com esse post você encontre alguma solução para utilizar  melhor seu tempo pois ele será seu maior asset, não deixe ele boiando nãm.

    Scrum:

Image

Acho que a grande maioria dos Mininos já deve ter conhecido o básico do SCRUM, e é da forma básica deles que iremos falar aqui( esta acima.).

Ele trás objetividade, isso é uma habilidade que como empreendedores, temos de desenvolver de forma à trazer soluções de qualidade em tempo hábil. Você pode mensurar seus esforços, tornando o tempo um asset contábil, tangível, onde você pode avaliar o custo de tal atividade baseado no tempo necessário para executá-la. Há várias soluções online para criar um SCRUM board para seu negócio/projeto ou atividade, alguns dele são o Moovia(não vou mentir, meu preferido), Kanbanflow, interface simples e mais direta, outras duas opções bem conhecidas mas que ainda não utilizei foram Trello e Asana.

TaskLists(Apps):

     Wunderlist: 

Ótimo app, disponível para web, android e iOS, ele permite criar tasks lists personalizadas e as compartilhar com outros usuários do wunderlist, perfeito para um grupo pequeno de pessoas e para servir como feed portátil.

     TodoIst:

Simples, límpido e funcional são palavras que definem esse app arretado, voltado mais para o lado pessoal, pode ajudar no dia-a-dia que nós, empreendedores, temos. Disponível para Web, Windows, Mac, iOS, Android e Kindle, com certeza você possui uma dessas plataformas e vai aproveitar do quão fácil é o TodoIst.

Enfim…todas essas ferramentas só serão de úteis caso você e sua equipe as utilizem, conheça essas alternativas e outras não citadas aqui, encontro um acordo e aumente sua produtividade, use o tempo da melhor maneira no seu dia-a-dia.

Espero que vocês tenham gostado bando de Minino Arretado!

Mininos, algo importante: no nosso blog, tem um botãozinho preto ai no canto inferior direito “follow”, se vocês quiserem receber notificações no e-mail de vocês sobre novos posts, coloquem seu e-mail nele e cliquem em follow, vocês vão gostar! 😀

Abraços, Equipe EitaMinino!.

 

Conexões e a semana de Recife

     Conexões existem em qualquer circunstância.

Violência e destruição foi o que vi na cidade de Recife ontem, o motivo: greve de PMs.

Contudo, somente a “greve de PMs” justifica toda essa confusão? claro que não. Vários fatores estavam envolvidos: educação pública, controle dos impostos, baixa remuneração, condições de trabalho, enfim, fatores conectados. Todos eles levaram à esta confusão generalizada, paralisando a cidade e apesar de este assunto render páginas de texto, não é para isto que você lê o EitaMinino, e sim para entender o que conexões tem a ver com empreendedorismo. 

     “A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”. (Peter Drucker) e criamos ele a partir da vasta gama de conexões que criamos ao longo da vida, ao criar um negócio pense em todos aqueles que irão depender de você(seus clientes) e todos aqueles de quem você irá depender e será cliente(fornecedores, provedores, etc.).  Procure entender todos os fatores que envolvem a criação do seu negócio é essencial, “um olho no peixe e outro no gato” traduz bem o que quero dizer, o OPENFORUM é um lugar onde essas conexões podem ser criadas, tentem isto.

Agradeço à todo mundo que me manda elogios pessoalmente, de verdade, estou me empolgando ao escrever isso aqui, ainda é pequeno mas é assim que se começar, obrigado demais Mininos.

 Felipe Bormann, Criador.

 

Escuta Minino! :

“Um olho no peixe e outro no gato” : Ao estar em situação que requer múltiplas atividades, como manejar uma empresa, onde você tem de prestar atenção na finanças e nos concorrentes, o primeiro poderia ser o peixe e o seguinte, o gato.

 

#Drop 3 – Conheçam o Na Prática da Fundação Estudar!

Olá mininos, como vão?

Em mais um Drop, resolvi falar de algo mega interessante e arretado pra ativar vocês mais no mercado empreendedor. Já ouviu falar sobre o Na Prática da Fundação Estudar?

O Na Prática são bate-papos ou conversas online e ao vivo com personalidades de destaque em suas áreas de atuação, abertas ao público para que possam enviar perguntas e vê-las respondidas no ar. As personalidades de destaque são pessoas especializadas na área de Gestão Empresarial que contam como foi a sua trajetória até o negócio de sucesso, experiências e dão conselhos para os espectadores que podem além de assistir, enviar dúvidas e comentários sobre o bate-papo. Curtiu a ideia?

A cada semana o Na Prática lança um bate-papo. Nesta semana, o bate-papo está marcado com Marco Kheirallan (CEO da construtora e incorporadora PDG) no dia 15.05.2014 ás 18:00. Gostou? Está louco (a) para conferir? Acessa este link: http://www.napratica.org.br/bate-papo-com-marco-kheirallah/ e confere lá as várias histórias já contadas!

Após dá uma conferida, manda um feedback pra a gente do Eitaminino que nós agradecemos!

Abraços mininos nos vemos em breve,

Lhaís Rodrigues, Co-Fundadora

 

NetWorking – importante ou somente uma buzzword?

Image

CONECTAR-SE É A PRIMEIRA COISA QUE FAZEMOS COMO SERES HUMANOS E PORQUE ÀS VEZES TEMOS TANTO RECEIO EM NOS CONECTAR?

         É fácil de notar que não vivemos sozinhos, tanto é que só nascemos porque outra pessoa existe, no mundo dos negócios não há diferença: mesmo aqueles que monopolizam o mercado dependem das conexões com seus clientes para se manter como líderes no mercado.

       Um exemplo válido sobre como criar conexões e um bom networking, está apresentado neste vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=JR7Omeoatek, uma palestra que foi excelentemente apresentada. Após a criação de um produto para a CLARO, apesar do jeitinho do palestrante, ele somente conseguiu pois tinha naquele momento criado uma conexão com o grupo Abril.

       Por isso, independente de sua área, procure fóruns, feiras, encontros , qualquer coisa onde pessoas que você nunca viu na vida mas que possuem o mesmo interesse que você estejam participando e participe, por que você estará adquirindo conhecimento, técnicas, dicas e compartilhando seus próprios desafios, pois sua bagagem profissional irá crescer exponencialmente!

       Isso tudo, conexões, é o fator que diferencia o vale do silício Recifense, ainda existem poucas conexões em nosso estados, poucas empresas comunicam-se entre si, procuram parcerias e desenvolvimento mútuo, ao criar sua startup, pense nisto: alguma outra startup, empresa ou investidor pode ter uma ideia que complemente a sua, o ajude a crescer e se desenvolver, crie conexões, escreva, se comunique, seja arretado.

      Um bom lugar para saber mais sobre conexões e ter dicas sobre empreendedorismo? Caso você saiba inglês, pesquise sobre a rede social OPEN Forum, onde empreendedores se juntam, formam uma galera boa, e compartilham dicas e dúvidas sobre como gerenciar, enfrentar uma crise, uma situação difícil com seus sócios e fazer seu negócio crescer!

Mininos, algo importante: no nosso blog, tem um botãozinho preto ai no canto inferior direito “follow”, se vocês quiserem receber notificações no e-mail de vocês sobre novos posts, coloquem seu e-mail nele e cliquem em follow, vocês vão gostar! 😀

     Abraços, Equipe EitaMinino!.

 

#Drop 2 – ABA Startups Education

A ABA está com uma iniciativa ótima Mininos!, a iniciativa do Startups Education. Parece que a ABA tem o mesmo intuito do EitaMinino: transformar a comunidade empreendedora em Recife!

O link para se inscrever é simples e direto, quem tem uma startup em educação, eles estão dispostos a escutar!

Mininos, algo importante: no nosso blog, tem um botãozinho preto ai no canto inferior direito “follow”, se vocês quiserem receber notificações no e-mail de vocês sobre novos posts, coloquem seu e-mail nele e cliquem em follow, vocês vão gostar! 😀